O que eu preciso saber sobre Indústria 4.0

Indústria 4.0, ou Quarta Revolução Industrial, tem sido uns dos temas mais comentados do momento. Neste artigo, vamos explicar o que vem a ser este novo conceito e o que você precisa saber para estar por dentro do assunto!

Antes de tudo, vamos relembrar as três Revoluções anteriores:

1ª Revolução Industrial

Entre os séculos XVIII e XIX, surgiram uma série de novas tecnologias, que, consequentemente, mudaram a forma de produção de mercadorias, acelerando, assim, o crescimento do sistema capitalista.

Invenções como a máquina a vapor e a locomotiva, marcaram esta revolução. A adoção de máquinas a vapor nas indústrias proporcionou uma aumento na produtividade, já que antes disso grande parte do processo era artesanal.

Já a locomotiva permitiu o transporte de mercadorias, a distribuição de mercadorias e o transporte de pessoas.

2ª Revolução Industrial

Iniciada na segunda metade do século XIX, ficou marcada pelo aperfeiçoamento do trabalho, criação de máquinas e pelo surgimento de novos meios de produção. O ferro, carvão e a energia a vapor que reinaram na primeira revolução, deram lugar ao aço, a eletricidade e ao petróleo.

A criação de novas tecnologias, permitiu a produção em massa, a automatização e o surgimento das indústrias elétrica e química. O uso do petróleo como fonte de energia, a criação de novos produtos, como remédios, transformaram a vida das pessoas.

3ª Revolução Industrial

Também conhecida como Revolução Digital, teve início após a Segunda Guerra Mundial (segunda metade do século XX), unindo ciência e indústria. Os destaques desta Revolução foram a telecomunicação, a robótica, a genética, dentre outros. No centro deste processo está o surgimento dos computadores, celulares, internet e o uso de tecnologias para a produção em massa.

As indústrias que mais se sobressaíram foram a metalúrgica, a siderúrgica e a automotiva.

Mas afinal, o que é Indústria 4.0???

Basicamente, é um ‘apelido’ dado para a Quarta Revolução Industrial, ganhando este nome devido um projeto do Governo Alemão para promover a informatização da manufatura.

É a fusão de diversas tecnologias para possibilitar as fábricas capacidades como previsão de falhas em processos, tomadas de decisões, adaptações na cadeia produtiva e autonomia, garantindo a agregação de valor e o aumento da produtividade em processos.



Os 9 pilares

1. Internet das Coisas (Internet of Things - IoT)

Conecta os itens utilizados no dia-a-dia com a internet, permitindo a coleta e troca de dados por meio de sistemas embarcados.

Os óculos de VR (virtual reality) são exemplos de experiência com Realidade Aumentada.

2. Realidade aumentada (AR)

Permite uma experiência interativa, combinando elementos virtuais com o mundo real, através de uma câmera e sensores de movimento. Um bom exemplo disto é o jogo Pokémon GO, voltado para smartphones, que permite o usuário capturar criaturas virtuais (pokémons).


3. Segurança da Informação

Uma das exigências da Indústria 4.0 é a conectividade. Todo os sistemas precisam estar conectados para garantir a troca e análise das informações, ou seja, uma simples falha de transmissão pode significar um enorme prejuízo. E, se tratando de informações cruciais, tais sistemas precisam estar protegidos de ameaças internas e externas.


4. Big Data e Analytics

Devido ao grande volume de dados gerados pelas indústrias, foi identificada a necessidade de tratar e disponibilizar essas informações de uma forma clara, objetiva e unificada para a tomada de decisões.

5. Computação em nuvem

A computação em nuvem já faz parte do dia-a-dia das empresas, seu uso permite alta disponibilidade, redução de custos, tempo e eficiência.


A computação em nuvem flexibilizou e disponibilizou diversos recursos tecnológicos e acelerou a inovação e desenvolvimento de diversos novos recursos

6. Robôs autônomos

A utilização de robôs nos processos significa ganho de desempenho, já que a execução de tarefas repetitivas ficam sob a responsabilidade das máquinas. O que implica em aumento de produção e redução de custos. A diferença destes robôs para os seus antecessores é a capacidade de operar sem a intervenção de um humano.


7. Integração de sistemas

Devido a diversidade de sistemas, a proposta é integrar os sistemas para facilitar a análise dos dados e a tomada de decisões.


A tecnologia de impressão 3D revolucionou o processo de manufatura, deu mais espaço à criatividade e inovação além de reduzir drasticamente os custos vistos no modelo tradicional

8. Impressão 3D

É a confecção de objetos (peças customizadas, protótipos e etc.) à partir de um desenho elaborado no computador. Esta nova modalidade permite a criação de peças complexas que, no modelo tradicional, implicaria em altos custos para sua criação.

9. Simulações

A adoção da simulação computacional permite que processos e produtos possam ser exaustivamente testados, reduzindo custos com falhas e projeto.

Como podemos ver, a Indústria 4.0 atingirá todo o setor produtivo e está sendo disseminada em todo o mundo, inclusive no Brasil. Tudo para garantir a utilização de recursos com eficiência, maximização de lucros e redução de custos.

A Implanta IT Solutions vem se especializando neste tema para garantir o sucesso de nossos clientes. Se você quer conhecer mais sobre a Indústria 4.0, entre em contato conosco!



154 visualizações
+55 (62) 3281-8582
contato@implantait.com.br
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram
© 2011 - 2019, Implanta IT. Todos os direitos reservados.